Sunday, June 2, 2013

Core 'ngrato

Enrico Caruso

Core 'ngrato

Catari, Catari, pecché me dici
sti parole amare;
pecché me parle e 'o core me turmiente,
Catari?
Nun te scurdà ca t'aggio date 'o core,
Catari, nun te scurdà!
Catari, Catari, ché vene a dicere stu parlà
ca me dà spaseme?
Tu nun'nce pienze a stu dulore mio,
tu nun'nce pienze, tu nun te ne cure.
Core, core 'ngrato,
t'aie pigliato 'a vita mia,
tutt'è passato e
nun'nce pienze chiù!

Core 'ngrato (Tradução)

Catari, Catari, por que me dizes
Estas palavras amargas,
Por que me fala somente coisas que me atormetam
Catari?
Não te esqueças que eu te dei meu coração
Catari, não te esqueças.
Catari, Catari, por que dizes
estas coisas que me fazem sofrer?
Tu nunca pensas na minha dor
Tu nunca pensas, nunca te importas.
Coração, coração ingrato
Você tomou minha vida de mim
E agora tudo é passado
E tu não pensas mais em mim


No comments:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Catholics come Home!